Seleção deixa de lado retrospecto e se prepara para mais dificuldades

Histórico contra colombianos é amplamente favorável, no entanto, jogadores estão cientes de que adversidades serão ainda maiores

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 27.6.2014 - COPA DO MUNDO FIFA 2014 - Treino da Selecao Brasileira de Futebol no SESC Venda Nova em Belo Horizonte MG. 
Foto: Douglas Magno / O Tempo
douglas magno
ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 27.6.2014 - COPA DO MUNDO FIFA 2014 - Treino da Selecao Brasileira de Futebol no SESC Venda Nova em Belo Horizonte MG. Foto: Douglas Magno / O Tempo

Há 11 anos, Ronaldo e Kaká comandavam a última vitória brasileira sobre os colombianos: 2 a 1, em Bogotá, pelas Eliminatórias da Copa de 2006, na Alemanha. De lá para cá, só pedreira. Los Cafeteiros deixaram o passado de ‘saco de pancadas’ para trás e acumulam no histórico nada menos que quatro empates com os pentacampeões mundiais. Nesta sexta-feira, às 17h, em Fortaleza, uma nova prorrogação estaria à caminho? Pela primeira vez, os antigos rivais sul-americanos se enfrentam em uma Copa do Mundo. Apenas um irá manter viva a esperança de, no dia 13 de julho, levantar o caneco.

“Será um jogo difícil como foi contra o Chile. Não adianta ficar fantasiando. Esperando jogos fáceis. À medida que os jogos vão surgindo, os adversários vão ficando cada vez mais complicados”, afirmou o volante Fernandinho.

“Passamos por um adversário difícil. Temos que valorizá-lo. Eliminaram a atual campeã do mundo. Soubemos lidar com essa pressão. De enfrentar alguém que não tinha nada a perder. Conseguimos manter a concentração até o final”, completou.

Mesmo com as dificuldades impostas à seleção brasileira nos últimos anos, a Colômbia continua muito atrás no retrospecto. As equipes já se enfrentaram em 25 oportunidades. O Brasil acumula 15 vitórias, enquanto os colombianos possuem apenas dois triunfos. Oito empates foram registrados no confronto, que ainda apresenta o escrete canarinho com uma ampla vantagem no saldo de gols – 55 tentos contra apenas 11 dos colombianos. 

Para completar, a última vitória de Los Cafeteiros sobre o Brasil foi registrada na Copa América de 1991. Na ocasião, a seleção foi derrotada por Valderrama e cia. por 2 a 0. Apesar do histórico amplamente favorável, os jogadores da seleção brasileira estão focados é no presente. Contra o Chile, os fatos apontavam na mesma direção e o que se viu foi um jogo sofrido, decidido apenas nas cobranças de pênaltis. 

“Não conversamos sobre o que passou. Evitamos de conversar qualquer tipo de coisa que aconteceu. Estamos focados no hoje. O jogo contra a Colômbia é o mais importante das nossas vidas”, concluiu Fernandinho.

Em caso de vitória sobre os colombianos, o selecionado canarinho irá disputar a semifinal da Copa em Belo Horizonte, no próximo dia 8 de julho.