Ex-prefeito Gilberto Kassab será candidato ao Senado na chapa de Skaf

Alda Marco Antônio (PSD), ex-vice-prefeita na gestão do ex-democrata, será a primeira suplente da vaga; governador Alckmin já havia oferecido a mesma vaga

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Kassab é condenado à perda dos direitos políticos por três anos
Kassab é condenado à perda dos direitos políticos por três anos

O ministro Guilherme Afif anunciou na convenção do PSD paulista nesta segunda (30) que o ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, será o candidato ao Senado na chapa de Paulo Skaf (PMDB) ao governo do Estado.

A decisão é anunciada após o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles (PSD) recusar o convite de Skaf de ocupar a vaga de candidato ao Senado. PMDB e PSD fecharam aliança para a eleição paulista na última sexta-feira (27).

Alda Marco Antônio (PSD), ex-vice-prefeita na gestão Kassab, será a primeira suplente da vaga. O governador Geraldo Alckmin já havia oferecido a mesma vaga a Kassab. O ex-prefeito, no entanto, estava contrariado por ter perdido a vice de Alckmin para o PSB de Eduardo Campos e escolheu apoiar a candidatura do ex-presidente da Fiesp.

Com a composição, o PSD ampliará em cerca de 1m15s o tempo de Paulo Skaf em cada bloco de propaganda na TV -com duração de 20 minutos. O tempo oficial ainda será calculado pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

O candidato peemedebista aparece em segundo lugar na pesquisa Datafolha divulgada no dia 7 de junho, atrás do governador Geraldo Alckmin (PSDB), com 44%, e a frente do petista Alexandre Padilha, em terceiro com 3% das intenções de voto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave