Seleção de basquete se apresenta para Sul-Americano

Jogadores iniciariam os trabalhos físicos na manhã desta segunda para, depois, fazerem o primeiro treino visando a competição

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Grupo B do Brasil já iniciou os trabalhos nesta segunda-feira
Divulgação/CBB
Grupo B do Brasil já iniciou os trabalhos nesta segunda-feira

Os jogadores convocados para representar a seleção brasileira masculina de basquete no Campeonato Sul-Americano se apresentaram no último domingo em São Paulo. Eles iniciariam os trabalhos físicos na manhã desta segunda para, depois, fazerem o primeiro treino visando a competição, que acontecerá na Venezuela entre os dias 24 e 28 de julho.

Esta equipe é uma espécie de seleção B, sem os principais astros da NBA e outros nomes de peso, como Marcelinho Huertas, Alex, Guilherme Giovannoni, entre outros. Até o técnico é diferente, já que o time será comandado pelo auxiliar José Neto. Mas motivação não faltará. Alguns dos atletas que vão à Venezuela serão observados por Rubén Magnano e poderão ser aproveitados no Mundial da Espanha, que começa no dia 30 de agosto.

“Gostaria de agradecer a vocês por atender essa convocação e desejar boa sorte. O Campeonato Sul-Americano tem uma importância muito grande para o basquete brasileiro porque garante uma vaga no Torneio Pré-Olímpico e nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015. Além disso, é um passo importante para cada jogador desse grupo ser chamado para a seleção brasileira que irá à Copa do Mundo da Espanha”, disse o diretor-técnico da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Vanderlei Mazzuchini, aos jogadores.

Dos 16 convocados, apenas dois não se apresentaram: o pivô Rafael Hettsheimeir, que está definindo seu futuro no basquete espanhol, e o ala Bruno Caboclo, que foi selecionado no Draft da NBA pelo Toronto Raptors e já iniciou os treinos pela sua nova equipe.

O técnico Rubén Magnano prometeu ficar de olho na competição para avaliar de perto os jogadores. “Vocês podem ter certeza que estamos sempre acompanhando e avaliando suas atitudes para estarem sempre lembrados para as seleções brasileiras. Boa sorte a todos”, afirmou.

Já José Neto preferiu apontar a responsabilidade brasileira no torneio continental. “Vamos disputar essa competição não pensando apenas em adquirir vagas para o Pré-Olímpico e Jogos Pan-Americanos. Vamos para brigar pelo título. Temos pouco tempo para treinar e vamos aproveitar da melhor maneira possível o tempo que vamos treinar.”

O Brasil está no Grupo A do Sul-Americano, ao lado de Equador, Argentina e Paraguai, adversário da estreia no dia 24 de julho. Os três primeiros colocados do torneio garantem vaga para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, em 2015, enquanto os quatro primeiros vão para o Pré-Olímpico das Américas.