Fifa suspende Rodrigo Paiva por um jogo após agressão a chileno

Diretor de comunicação da CBF não poderá participar de atividades na partida contra a Colômbia e é acusado de ter dado um soco no jogador Pinilla

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

O comitê disciplinar da Fifa decidiu punir provisoriamente o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, com uma partida de suspensão pelo envolvimento em uma briga com chilenos no intervalo do jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

O dirigente não poderá participar de nenhuma atividade do confronto contra a Colômbia, sexta-feira (4), em Fortaleza, pelas quartas de final, e nem se sentar no banco de reservas.

Paiva, no entanto, está liberado para trabalhar normalmente nas atividades de mídia de véspera da partida.

"O procedimento está aberto e ainda está sendo discutido. Por enquanto, ele recebeu uma suspensão de cartão vermelho. Não posso fazer nenhum outro comentário por enquanto", disse a porta-voz da Fifa, Delia Fischer.

A CBF tem até terça-feira (1º) para apresentar a defesa de Paiva. O dirigente ainda pode receber uma pena definitiva mais grave.

Nenhum jogador ou dirigente chileno foi punido pelos incidentes.

O brasileiro foi acusado por dirigentes chilenos de ter dado um soco no rosto do atacante Pinilla no intervalo do empate por 1 a 1 entre as duas equipes, no sábado (28). A seleção venceu nos pênaltis e avançou no Mundial.

Leia tudo sobre: fifarodrigo paivasuspensãocbfcopa do mundoagressãobrigachilemineirãogancho