Mudanças na parte tática são enaltecidas por treinador holandês

Segundo Van Gaal, sua equipe utilizou três diferentes sistemas na vitória contra o México

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Esportes - Partida entre Holanda x Mexico do Estadio Castelao em  Fortaleza CE , valida pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2014. Foto: Alex de Jesus/O Tempo 29/06/2014
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Esportes - Partida entre Holanda x Mexico do Estadio Castelao em Fortaleza CE , valida pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2014. Foto: Alex de Jesus/O Tempo 29/06/2014

Além dos talentos individuais e da força coletiva que demonstra dentro de campo, um outro fator tem ajudado a Holanda nesta Copa do Mundo: a capacidade de atuar com diferentes esquemas táticos em uma mesma partida.

Na vitória sobre o México, com o gol da virada nos acréscimos, a mudança novamente aconteceu e foi comentada pelo técnico Louis Van Gaal após a classificação.

“Tivemos três diferentes posturas nesta vitória sobre o México. Começamos nos 4-3-3, que é o nosso sistema original e mudamos duas vezes antes do fim do jogo. As coisas não estavam dando certo e tivemos que partir para um plano B”, reconhece.

A parada técnica tão pedida por Van Gaal, para amenizar o desgaste com o forte calor em Fortaleza, foi primordial para que a mudança pudesse acontecer de uma forma mais sólida.

“Durante as paradas, pudemos conversar com mais calma, passar isso para os jogadores de uma forma mais eficiente. Este é um dos benefícios da parada”, salienta o treinador.

O herói da classificação, o atacante Huntelaar, garante que a situação é tratada como normal pelos jogadores. “Isso acontece, mas estamos acostumados, até porque treinamos isso com frequência. Mas, em alguns momentos, o que vale mesmo é o coração”, destaca o holandês.