Miguel Herrera reconhece erros do México para desclassificação

Mesmo admitindo falhas de seus jogadores, treinador ainda crê que árbitro teve peso maior no resultado final

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Esportes - Partida entre Holanda x Mexico do Estadio Castelao em  Fortaleza CE , valida pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2014. Foto: Alex de Jesus/O Tempo 29/06/2014
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Esportes - Partida entre Holanda x Mexico do Estadio Castelao em Fortaleza CE , valida pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2014. Foto: Alex de Jesus/O Tempo 29/06/2014

O técnico Miguel Herrera, do México, deixou clara sua insatisfação com o árbitro português Pedro Proença, responsável por marcar um pênalti a favor da Holanda aos 49min do segundo tempo. O gol de Huntelaar nos acréscimos eliminou a equipe da América do Norte, que sai nas oitavas de final da Copa do Mundo pela sexta vez seguida.

Mesmo acreditando que o juiz foi o principal responsável, Herrera apontou outros elementos que contribuíram para o retorno do México para casa.

“Lutamos muito por cada bola, mas nos faltou finalizar mais, assim como um pouco de experiência. Poderíamos ter segurado o jogo de uma forma mais eficiente para não cair em armadilhas. No final, eles tiveram mais posse de bola e se aproveitaram disso”, lamenta.

O treinador reconhece que falhas aconteceram e acabaram diminuindo as chances de classificação. “Tivemos descuidos ainda no primeiro tempo, quando tomamos uma bola na trave. Erramos sim, mas saio muito satisfeitos com meus jogadores”, garante.

Tendo feito apenas seis jogos no comando da seleção, Herrera mostra que deve permanecer no cargo. “Agora é voltar para casa, refletir e pensar adiante. Estou muito orgulhoso do elenco que dirigi aqui no Brasil. Saímos de cabeça erguida”, esclarece.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave