Técnico da Nigéria diz que Copa terá mais surpresas

Treinador afirmou ainda que nem a seleção brasileira, com todo o apoio da torcida, tem garantias de que chegará à grande final do Mundial

iG Minas Gerais | FOLHA PRESS |

Treinador da seleção da Nigéria aposta em novas surpresas na Copa
Stephen Okechukwu Keshi Oficial/reprodução
Treinador da seleção da Nigéria aposta em novas surpresas na Copa

O técnico da Nigéria, Stephen Keshi, disse neste domingo (29) que a Copa do Mundo ainda terá surpresas e que o Brasil, mesmo com a torcida jogando a favor, tem garantida sua passagem à final.  "A Copa não é como aqueles torneios que separamos seis times que sabemos que vão chegar ao final. Até o Brasil, que é o anfitrião, não sabemos se vai ganhar a Copa. Com certeza ainda teremos mais surpresas", disse.

Curiosamente, Keshi citou que os mexicanos estavam vencendo a partida contra a Holanda, quando então foi informado que o time de Robben havia virado a partida. A Nigéria enfrenta nesta segunda-feira a embalada França, às 13h, em Brasília. Apesar de falar em surpresas na Copa, o técnico fez muitos elogios ao time francês e ao técnico Didier Deschamps, que ele chamou de "guerreiro."

"A França é sempre a França. Não é uma surpresa para mim [o bom início na Copa], a França tem uma excelente seleção. Amanhã, a coisa vai esquentar, vamos ver. Eles tiveram um bom começo, o técnico sabe o que quer", disse.

Os nigerianos minimizaram o impasse em torno do pagamento de bônus, que chegou a provocar o cancelamento de um treino. Eles afirmaram que o problema foi superado e prometem foco somente na França.

"Foi uma pequena questão que foi rapidamente resolvida e estamos muito focados no jogo. Isso não vai tirar nossa motivação para o jogo. Estamos ansiosos para entrar em campo. Vai ser um jogo espetacular. Precisamos de cautela e concentração", disse o meia Mikel.

Um dos principais atletas do time, Mikel, do Chelsea, refuta o status de craque e aposta no coletivo para superar a França. "Não há um jogador individual, todos jogam para ganhar. O que não queremos é um individuo com toda a glória. Eu não quero ser individuo.

Enquanto estivermos batalhando juntos, sem ninguém querer ser o Maradona, devemos continuar jogando pela equipe e obter os resultados que desejamos", afirmou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave