Favorita, França tenta descartar clima de oba-oba contra Nigéria

Deschamps e Lloris deixaram claro que de pouco adianta o ótimo desempenho na fase de grupo se o time não jogar bem

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Didier Deschamps ainda espera ver a evolução de seus comandados durante a Copa do Mundo
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Didier Deschamps ainda espera ver a evolução de seus comandados durante a Copa do Mundo

Embalada, a França entra em campo nesta segunda-feira (30) contra a Nigéria para confirmar o favoritismo de uma campanha que começou desacreditada e candidata a um papel de coadjuvante, mas que agora sonha com o título.

No time, o discurso é de cautela. Em coletiva de imprensa neste domingo (29), o técnico Didier Deschamps e o capitão Hugo Lloris deixaram claro que de pouco adianta o ótimo desempenho na fase de grupo se o time não jogar bem contra a Nigéria.

"Antes de iniciar a Copa, não tínhamos o rótulo de favoritos e agora tivemos uma excelente fase de grupos. Mas é um novo torneio, cada partida pode ser a última e precisamos de muita concentração", disse Lloris.

As goleadas contra Honduras e Suíça deram aos franceses moral que muitos não acreditavam ser possível após o corte do craque Ribéry. Agora, a esperança é repetir a espetacular atuação contra a Suíça.

Deschamps, contudo, não descarta que o jogo possa ir aos pênaltis. O técnico destacou a força física da Nigéria. Em especial, num jogo às 13h no clima seco de Brasília.

"Certamente existe mais tensão por causa do fato que a vitória é decisiva. Esse elemento pode durar mais que os 90 minutos. Fizemos cobranças de pênalti, mas existe uma diferença entre treinamento e estádio cheio de gente", disse.

Na coletiva, Deschamps disse que o time deu sinal de cansaço após a partida contra o Equador, quando o time, depois de duas goleadas, ficou num empate sem gol. O treinador afirma que a preparação teve tempo suficiente para fazer os jogadores diminuírem o ritmo e agora recuperar a intensidade a tempo da partida contra a Nigéria.

França e Nigéria jogaram apenas uma vez na história. Foi um amistoso, em 2009, na França, na qual os nigerianos venceram por 1 a 0.

Leia tudo sobre: francaoba-obanigeriaCopa do Mundoclima