Pimenta da Veiga quer tornar MG referência internacional em educação

Em Governador Valadares, o pré-candidato anunciou um programa que pretende beneficiar milhares de alunos da rede pública

iG Minas Gerais | Da Redação |

Durante visita ao mercado municipal da cidade, o pré-candidato destacou metas de seu programa de governo
LEO LARA/DIVULGAÇÃO
Durante visita ao mercado municipal da cidade, o pré-candidato destacou metas de seu programa de governo

O pré-candidato do PSDB ao governo de Minas, Pimenta da Veiga, disse neste domingo (29), em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, que tornará Minas Gerais uma referência internacional na educação, a partir de um programa que vai pretende "revolucionar o ensino no estado". O ex-ministro explicou que, a partir dos avanços já conquistados na educação básica mineira, hoje considerada a melhor do país pelo governo federal, fará parcerias com outros países para que estudantes mineiros aprendam línguas e possam aprimorar seus conhecimentos também fora do Brasil.

“Queremos fazer, simplesmente, uma revolução. A meta é fazer com que as crianças pobres aqui da região se desenvolvam, aprendam línguas e possam ir fazer estágios fora do país. E isso é possível. Estamos desenvolvendo um programa nesse sentido, para que todas as crianças queiram aprender uma outra língua e se sintam estimuladas a participar desse programa”, afirmou.

Durante visita ao mercado municipal da cidade, onde foi recebido por feirantes e populares, o pré-candidato destacou, entre as metas de seu programa de governo, melhorias também em áreas prioritárias, como saúde e segurança. “Queremos avanços na saúde, com a criação dos hospitais regionais. Essa rede precisa continuar. É preciso que o sistema de urgência e emergência também continue com a eficiência que tem”, ressaltou.

Sobre a questão da violência, um dos maiores problemas vividos pela população em todo o país, Pimenta da Veiga acredita ser necessário um reforço na segurança das fronteiras do país para evitar a entrada de drogas e armas em território nacional.

Outro ponto destacado pelo ex-ministro é a necessidade da diversificação da economia na região e em todo o Estado, para que Minas possa atrair mais investimentos e gerar emprego.

Leia tudo sobre: promessaeducaçãointernacionalprograma