“Brasil terá ‘grande ressaca’ após a Copa”

Articulista da revista diz que Mundial saiu caro para o país

iG Minas Gerais |

São Paulo. A revista norte-americana “Time” publicou um artigo esta semana dizendo que a Copa do Mundo deixará como legado uma conta astronômica a ser paga pelo Brasil. O artigo intitulado “Prepare-se para uma grande ressaca, Brasil” é assinado por Andrew Zimbalist, professor de economia da Smith College.

Segundo ele, o país está dando uma festa que, no fim, custará entre US$ 15 bilhões e US$ 20 bilhões. Que a maior parte dos lucros será destinada à Fifa e o país-sede ficará apenas com os gastos de turistas, estimados em US$ 500 milhões. “Não é uma equação muito favorável”.

Zimbalist argumenta dizendo que outros países organizaram a Copa com gastos menores e conseguiram cumprir as regras impostas pela entidade mundial do futebol, que é construir, no mínimo, oito modernos estádios, com capacidade mínima para 40 mil pessoas. No entanto, segundo ele, o Brasil quis fazer 12 estádios que custaram mais que o previsto e não serão utilizados com tanta frequência após o campeonato.

O texto fala também as obras de infraestrutura realizadas, citando que, para que algumas delas saíssem do papel, houve a necessidade de desalojar famílias pobres. “Além de uma estimativa de 250 mil brasileiros pobres serem realocados de suas casas, o país sofre de uma deficiência grave no sistema de saúde pública, além de ter educação e transporte público inadequados. Não é de se admirar as manifestações maciças e greves que acompanharam a preparação para a Copa do Mundo”, escreve Zimbalist. Ele finaliza dizendo que tudo vai acabar em poucas semanas e que o governo terá uma fatura enorme para pagar. “A ressaca da festa está chegando”, conclui.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave