Grupo Meet fatura no Mundial com o camarote da Fan Fest

O empresário mineiro Fernando Júnior comemora a lotação de mil pessoas por dia no Expominas

iG Minas Gerais | Helenice Laguardia |

Ousadia. O presidente do Grupo Meet, Fernando Júnior, conta que antes tinha uma preocupação de manifestação no evento oficial
RICARDO MALLACO / O TEMPO
Ousadia. O presidente do Grupo Meet, Fernando Júnior, conta que antes tinha uma preocupação de manifestação no evento oficial

Massagens, customização de camisas, maquiagem para as mulheres, vodca, espumante, comida, além de cerveja em 10h de festa. Esses são apenas alguns dos detalhes e mimos que os convidados e pagantes do camarote da Brahma, na Fifa Fan Fest no Expominas, em Belo Horizonte, estão usufruindo durante os jogos desta Copa. Quem conta é o presidente do Grupo Meet, Fernando Júnior, responsável pela organização da festa vip no camarote. “Está superando todas as expectativas”, conta Júnior.

O camarote da Brahma no Expominas é para 1.200 pessoas, tem a produção da Meet Produtora (empresa do Grupo Meet) e da Mov3, de Léo Dias. “Já foram oito Fan Fest BH e tem tido mil pessoas em média em cada. Nunca fica vazio”, comemora o empresário. Com cerca de três shows de bandas nacionais e locais por dia de evento, além da transmissão dos jogos, Júnior conta que o espaço de 600 m² tem posição com visão privilegiada.

“A pessoa vai para a Porcão BH ( churrascaria, que também é de Júnior), coloca uma camisa estilizada da Brahma, credencial com foto, e a deixamos na porta do camarote. Quando acaba, ela volta de van para o Porcão”, descreve a comodidade.

Mas o entusiasmo com a realização é recente. “Antes, a gente tinha aquela preocupação de manifestação. Hoje, a gente vê que o protesto está fraco, não cresceu”. Júnior lembra que quando havia uma expectativa sobre a festa. “Porque como é um evento oficial, podia ter manifestação no metrô, na av. Amazonas, mas o policiamento foi muito forte, e a Fan Fest no Expominas e a Savassi viraram um point”.

E quanto a pessoa paga para entrar no camarote da Brahma? Nos dias de jogos do Brasil, o convite masculino custa R$ 220 e o feminino R$ 170. Nos dias em que não tem jogo do Brasil é R$ 130 o masculino e R$ 110 o feminino. Júnior conta que a Brahma tem cem convites, e a prefeitura de BH outros cem convites. “Isso foi o que eu tive que pagar para eles, eu organizo para todo mundo, mas eu comercializo o espaço”, afirma. Até a última terça-feira, Júnior calcula ter vendido cerca de 5.500 convites.

A concessão do camarote foi à Brahma, que não divulga números do negócio. Júnior não fala em cifras, e diz que chamou os principais concorrentes para fazer o camarote. “A gente se juntou numa equipe forte. E lá embaixo, na festa, 20 mil pessoas por dia, não tem erro”, conclui.

O grupo

Empresas. O mineiro Grupo Meet, de Fernando Júnior, é formado pela Porcão BH (churrascaria), Na Mata Café BH, Koni Store, Espaço Meet, Meet Bufê, Meet Produtora, Meet Import e Na Mata Drinks.

Grandes números

R$ 20 milhões será o faturamento do Grupo Meet em 2014. Em 2013, foi de R$ 19 milhões

R$ 220 custa o ingresso masculino e R$ 170 o feminino para o camarote nos jogos do Brasil

8 empresas formam o grupo Meet, com 200 funcionários, que nasceu em BH, em 2010

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave