Despesa com voto digital é bem maior

iG Minas Gerais |

Um dos problemas apontados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a adoção da urna biométrica é o custo dos equipamentos utilizados no processo, que incluem câmera fotográfica, coletor de assinaturas e digitais, o que representará mais gastos com as eleições.

Enquanto o custo com a biometria é estimado em R$ 6,90 por eleitor a cada pleito, no sistema convencional representa menos da metade.

Na eleição de 2012, por exemplo, quando foram eleitos prefeitos e vereadores, o valor unitário foi de R$ 2,81 – o menor da história das eleições. Se a atualização para a forma biométrica acontecesse hoje, seria gasto quase R$ 1 bilhão. (IL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave