Atleticanos da seleção voltam a passar por fortes emoções

Jô e Victor comentaram as semelhanças do duelo no Mineirão, com o Chile, com os momentos de tensão vividos durante a campanha do título da Copa Libertadores, no ano passado

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira |

JOÃO GODINHO
undefined

Aflição, nervosismo, angústia. Tudo isso lembra a campanha do título do Atlético na Libertadores de 2013. Por tudo o que aconteceu entre Brasil e Chile, no mesmo Mineirão, não tinha como não lembrar, principalmente, os atleticanos.

“Lembrei. Pensei que tinha acabado todas as emoções, mas ainda sobrou para a Copa do Mundo. A gente sabe o quanto que é difícil ganhar uma Copa do Mundo. É nesse mesmo ritmo, com sofrimento, com superação. Superação, principalmente, pelo David Luiz, que com as costas dolorida, acabou jogando”, descreveu o atacante Jô.

O goleiro Victor não quis dizer qual foi o mais emocionante. “Não dá para fazer comparações. Os dois foram muito emocionantes. É bom que foi favorável para nós nas duas oportunidades. E aquele gol nos trás ótimas lembranças. E tudo bateu na trave, só que em locais diferentes”, lembrou o jogador.

Leia tudo sobre: VictorCopa do MundoBrasilAtléticofutebolGaloLibertadoresemoçãotensãotítulolembrança