Interpretação no tom ideal

Renê Thristan aproveita experiência musical para seu personagem na novela “Chiquititas”

iG Minas Gerais | belisa taam |

“Já estava acompanhando tudo e sei da responsabilidade, até pelo sucesso da primeira versão”
Luiza Dantas/CZN
“Já estava acompanhando tudo e sei da responsabilidade, até pelo sucesso da primeira versão”

O jeito tímido de Renê Thristan passa completamente despercebido nas cenas de “Chiquititas” – remake do folhetim infantil de grande sucesso nos anos 90. No ar como o músico despachado João Pedro, o adolescente de 18 anos se sente cada vez mais à vontade nas sequências do remake, em que vive seu primeiro papel fixo na televisão. “Canto desde os cinco anos. Caiu feito uma luva esse personagem bem musical”, vibra ele, que passou por uma seleção criteriosa de testes para entrar no meio da história de Íris Abravanel, que tem como característica lançar novos personagens no decorrer dos capítulos. “Já estava acompanhando tudo e sei da responsabilidade, até pelo sucesso da primeira versão”, avalia.

Na maioria das sequências, João Pedro aparece em clima de romance com a protagonista, Mili, de Giovanna Grigio. Para o ator, a boa convivência por trás das câmaras com o elenco é essencial para dar sintonia às cenas da trama infantil. “Sou muito amigo da Giovanna e já queria atuar com ela. Agora, estou tendo a oportunidade de fazer seu namorado na trama”, comemora ele.

Preferências

Ator: Mateus Solano Atriz: Fernanda Montenegro Com quem gostaria de contracenar: Lima Duarte Humorista: Tom Cavalcante Vilão: Mateus Solano, como o Félix da novela “Amor à Vida” Melhor programa de humor: “A Praça É Nossa” Filme: “Sempre ao Seu Lado”, de Lasse Hallström, de 2009  Livro: “Marley & Eu”, de John Grogan Autor: Íris Abravanel  Diretor: Reynaldo Boury Que papel gostaria de representar: Um personagem bem cômico

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave