Com feito inédito, Colômbia vence Uruguai e terá o Brasil pela frente

Por ironia do destino, Celeste Olímpica deixa a Copa do Mundo com um revés em pleno Maracanã

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

James Rodríguez foi mais uma vez decisivo e colocou a Colômbia nas quartas de final
AP Photo/Marcio Jose Sanchez
James Rodríguez foi mais uma vez decisivo e colocou a Colômbia nas quartas de final

A história é feita de momentos inesquecíveis e, muitas vezes, orquestrada por grandes homens, seres capazes de superar limites e marcar a muitos. Neste sábado, a geração dourada de 1990 foi superada – mas não esquecida, claro – por uma nova linhagem de craques capitaneada pelo camisa 10 da equipe, James Rodríguez, atual artilheiro da Copa com cinco gols.

A vitória por 2 a 0 sob o Uruguai serviu para os colombianos 'esquecerem' Roger Milla, o carrasco camaronês de 1990, e provar que têm a capacidade necessária para encarar o Brasil frente a frente nas quartas de final a ser disputada no Castelão, em Fortaleza, no próximo dia 4.

Ficam agora na torcida por voos maiores dos Cafeteiros as estrelas 'imortais' da seleção de ouro como o lendário Carlos Valderrama, René Higuita e Faustino Asprilla.

Para os uruguaios fica a tristeza de não conseguir superar o trauma da perda de Luisito Suárez e acabar sendo 'rendidos' por uma equipe mais organizada e com jogadores que fazem a diferença, como Ospina, Cuadrado e Jackson Martínez.

Para a Celeste fica a ironia de cair em pleno Maracanã, palco do grande feito da seleção uruguaia em solo brasileiro – para quem não lembra, eles conquistaram a Copa de 1950 no Maraca contra o Brasil.

Leia tudo sobre: colombiauruguaimaracanaCopa do Mundojames rodriguez