Bernard relembra da Libertadores em decisão de pênaltis pela seleção

Mesmo fora da disputa, título contra o Olímpia-PAR veio à cabeça quando equipe venceu o Chile nos pênaltis

iG Minas Gerais | LEANDRO CABIDO |

Bernard diz que seu pensamento está totalmente voltado para a Copa
Rafael Ribeiro/CBF
Bernard diz que seu pensamento está totalmente voltado para a Copa

Mesmo não tendo entrado em campo na batalha contra o Chile, na tarde deste sábado, no Mineirão, o meia-atacante Bernard comemorou bastante a classificação às quartas de final em sua terra natal. O jogo terminou em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, e teve um final que o ex-jogador do Atlético conhece bem:  a disputa por pênaltis.

Sim, lembrei daquela final (contra o Olímpia-PAR, pela Copa Libertadores de 2013). Brinquei que foi na trave, mas foi na outra trave.. mas fiquei bem feliz com o resultado final”, disse o atual jogador do Shakhtar Donestk-UCR. Sobre o fato de não ter jogador, Bernard respeita a decisão do técnico Luiz Felipe Scolari e quer estar à disposição do comandante sempre que ele precisar. Ele não conversou comigo, mas tenho certeza que ele fez o melhor pela seleção e colocou quem ele achava que poderia suprir suas necessidades naquele momento. Então é ter tranquilidade, já tive oportunidades,  e ficar pronto para estar à disposição na próxima chance”, lembrou o ex-atleta do alvinegro. Ainda para o caçula da seleção, ficar no banco é mais tenso que ficar em campo, já que não consegue ajudar a equipe de uma forma mais efetiva. “Não jogar é pior. É como estar na arquibancada. A equipe do Chile veio muito bem para o jogo, teve volume de jogo grande, mas mesmo assim, conseguimos tirar forças e ter as oportunidades”, encerrou. Bernard poderá entrar em campo na próxima sexta-feira, dia 4 de julho, quando a equipe nacional joga pelas quartas de final em Fortaleza.  

Leia tudo sobre: bernardseleção brasileirapenaltilibertadoresatleticobrasilCopa do Mundo