Felipão teme que Neymar fique de fora das quartas de final

Treinador se irritou com fraca atuação da arbitragem, que foi conivente, diante de tantas pancadas que o camisa 10 sofreu

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

A apreensão e o medo de perder sua maior estrela começa a bater na porta da seleção brasileira. Após a partida contra o Chile, o técnico Luiz Felipe Scolari não escondeu sua preocupação quanto a Neymar, alvo de pancadas durante todo o confronto deste sábado. O comandante teme que o camisa 10 fique de fora do duelo das quartas de final do Mundial, marcado para sexta-feira, no Castelão.

“Temos três, quatro ou cinco dias colocar o Neymar em campo no próximo jogo. Mas ele está com um inchaço grande na coxa”, informou o treinador.

E junto com esta dúvida que assola a seleção, vieram as broncas de Felipão. O técnico ficou inconformado com a atuação fraca da arbitragem, conivente com vários atos de violência contra o meia-atacante.

“Ele (Neymar) jogou 75 minutos com uma pancada muito forte na coxa. E não conseguimos entender como se bate daquele jeito e não se toma cartão. Mas o Neymar esquece da dor, porque gosta de jogar, gosta da profissão”, comentou Scolari.

Felipão não ficou nada satisfeito com o critério utilizado pela arbitragem na partida deste sábado. “Foram 15 faltas dos Sánchez, que se jogou 12 vezes. E o Neymar é quem cai? O Neymar tem que ser valorizado, pelo esforço".

Leia tudo sobre: NeymarLuiz Felipe ScolariBrasilChile