Felipão se despede da figura de 'gentleman'

Treinador brasileiro disse que não será mais tão educado diante de comentários negativos de treinadores e jornalistas estrangeiros

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 28.6.2014 - COPA DO MUNDO FIFA 2014 - BRASIL X CHILE no Estadio Mineirao em Belo Horizonte MG. Lance    dd
Foto: Douglas Magno / O Tempo
douglas magno
ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 28.6.2014 - COPA DO MUNDO FIFA 2014 - BRASIL X CHILE no Estadio Mineirao em Belo Horizonte MG. Lance dd Foto: Douglas Magno / O Tempo

O técnico Luiz Felipe Scolari está cansado de alguns comentários negativos feitos por treinadores e jogadores de outras seleções ao Brasil, e também da atuação dos árbitros nesta Copa do Mundo. Por isso, promete, aos poucos, voltar a encorpar o ‘jeito Felipão’ nas entrevistas coletivas. Neste sábado, já começou a distribuir algumas ‘patadas’.

“Estamos sendo muito cavalheiros, muito cordiais, com equipes adversárias. Mas está na hora de mudar um pouquinho o nosso discurso. Não podemos ser apedrejados por técnicos e jornalistas estrangeiros. Quem sabe volto ao mesmo estilo, um pouco agressivo. Vamos deixar um pouco essa educação”, declarou o treinador.

Felipão não está gostando nada de alguns comentários de treinadores, como o do comandante da Holanda, Louis Van Gaal, que disse nesta semana que o Brasil estava escolhendo seu adversário nas oitavas de final. Boa parte da imprensa estrangeira também avaliou o caminho da equipe canarinho até a final como mais fácil que o de outros times.

“Somos alegres, pessoas que tratam muito bem a todos. Somos um povo cordial. O que queremos é continuar trabalhando para seguir em frente. Não é feio ser ufanista e valorizar nosso país”, disse.

Mesmo assim, não deixou de valorizar o esforço do adversário. “Como a gente esperava e manifestava há sete ou oito meses, teríamos muitas dificuldades caso enfrentássemos o Chile, que é um time organizado, com bom sistema tático e com bons jogadores. Foi equilibrado, tanto que foi para os pênaltis. Uma vitória nossa não desmerece o Chile, que foi brilhante também. Mas essa vitória valoriza nossa busca por classificação”, ressaltou.