Torcedores uruguaios usam máscaras de Suárez e gritam nome do atacante

O nome do atacante, excluído da Copa do Mundo pela comissão disciplinar da Fifa, foi entoado com força pelos torcedores quando os atletas fizeram o reconhecimento do gramado para a partida contra a Colômbia, pelas oitavas de final do torneio

iG Minas Gerais | Folhapress |

Internautas opinaram sobre a punição ao craque uruguaio
Divulgação/Fifa
Internautas opinaram sobre a punição ao craque uruguaio

A torcida uruguaia recepcionou neste sábado (28) os jogadores da seleção bicampeã mundial no Maracanã aos gritos de "Suárez".

Além dos gritos de apoio ao principal jogador do futebol uruguaio na atualidade, a torcida celeste levou máscaras de Suárez às arquibancadas para apoiar a seleção.

O nome do atacante, excluído da Copa do Mundo pela comissão disciplinar da Fifa, foi entoado com força pelos torcedores quando os atletas fizeram o reconhecimento do gramado para a partida contra a Colômbia, pelas oitavas de final do torneio.

Suárez recebeu uma suspensão de nove jogos oficiais da seleção e quatro meses de afastamento de qualquer atividade ligada ao futebol por ter dado uma mordida no zagueiro italiano Chiellini, na última apresentação uruguaia na fase de grupos.

A sanção, a terceira do atacante por morder adversários na carreira, gerou uma onda de comoção no Uruguai.

O zagueiro Diego Lugano e o técnico Óscar Tabárez fizeram críticas pesadas à Fifa e a acusaram de adotar critérios diferentes dos que vinham sendo utilizados no julgamento do caso. Até o presidente do país, José Mujica, detonou a entidade pela suspensão.

"Somos pequenos, nosso direitos de TV falem pouco. Tiramos da Copa a Itália e a Inglaterra, quanto dinheiro se perdeu aí? Não perdoam", disse, em entrevista ao ex-jogador argentino Diego Maradona.

Leia tudo sobre: suarezcopa do mundo