“O mercado nunca votou no PT”

iG Minas Gerais |

Salvador. Em discurso ontem em Salvador diante de militantes do PT, o ex-presidente Lula voltou a criticar a imprensa e o mercado. Os ataques apareceram no momento em que ele criticou a cobertura da mídia sobre recente decisão do governo Dilma para “fortalecer” a Petrobras.

Na terça-feira, o governo anunciou que irá contratar a estatal, sem licitação, para produzir petróleo em quatro campos do pré-sal. Em sua fala, Lula criticou reportagens que apontavam a desconfiança do mercado internacional diante dessa medida do governo.

“Pelo que eu sei, esse tal de mercado nunca votou em você (se dirigindo a Dilma) e nunca votou em mim”, disse Lula. “Esse tal de mercado nunca ganhou tanto dinheiro como ganha nesse país. Portanto, eles deveriam utilizar pelo menos o bom senso para fazer os comentários sobre a atitude da presidente Dilma, ao invés de se colocarem contra”.

Moralização. Lula disse que a política do país vive um momento de “descrédito” e que é preciso “moralizá-la”. Segundo o petista, a população brasileira hoje vê a política como uma “coisa vergonhosa”. “Nós precisamos de uma reforma política. É preciso trabalhar para moralizar a questão da política. Estamos vivendo um momento de muito descrédito da política brasileira”, disse o ex-presidente.

Ele ainda afirmou que “a política, aos olhos do povo, parece uma coisa vergonhosa (...), parece que todo mundo é bandido”. A declaração foi dada na mesma semana na qual, pelo apoio do PR na campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), o governo aceitou a condição imposta pelo partido de trocar o titular do Ministério dos Transportes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave