PP ameaça romper com candidatura de Padilha em São Paulo

Na segunda-feira (30), presidente nacional da sigla, senador Ciro Nogueira (PP-PI), irá para a capital paulista "entender o impasse"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

PP ameaça abandonar campanha do petista em SP
ELZA FIÚZA/ABR - 5.3.2013
PP ameaça abandonar campanha do petista em SP

O PP ameaça romper com a candidatura do pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha. Na segunda-feira (30), o presidente nacional da sigla, senador Ciro Nogueira (PP-PI), irá para a capital paulista "entender o impasse".

A maioria da bancada federal do partido em São Paulo é favorável a um rompimento com o PT e a um acordo com o pré-candidato do PMDB ao governo paulista, Paulo Skaf. No final de maio, a sigla anunciou oficialmente apoio ao PT, em ato com a presença do presidente do PP em São Paulo, deputado federal Paulo Maluf.

Na tarde desta sexta-feira (27), Maluf confirmou que a sigla discutia romper com Padilha na composição da chapa de deputados, lançando seus candidatos separadamente. Ele, no entanto, negou risco de haver uma dissolução do acordo em torno de Padilha.

Durante a noite, porém, integrantes do PP afirmaram que a sigla estuda, sim, abandonar o candidato do PT. Procurado, o coordenador-geral da campanha de Padilha, Emídio de Souza, disse desconhecer qualquer atrito com o partido aliado.

O movimento do PP ocorre horas depois de o PSD, partido do ex-prefeito Gilberto Kassab, anunciar apoio ao PMDB em São Paulo. Em troca, o pré-candidato a governador dos peemedebistas, Paulo Skaf, convidou o ex-presidente do BC (Banco Central) Henrique Meirelles para ocupar o posto ao Senado na chapa estadual.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave