Chile tem 'infiltrados' no Sesc Venda Nova

Torcedores chilenos hospedados no local até tentaram assistir ao treino da seleção, mas foram barrados, assim como outros frequentadores

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira |

E não é que o técnico Luiz Felipe Scolari estava certo de fechar o treinamento para os torcedores? Uma turma de chilenos, que vai ao jogo deste sábado, está hospedado no Sesc Venda Nova e poderiam muito bem servir de espião do técnico Jorge Sampaoli.

Emilio Orellana, 12, e o primo Javier Rodriguez, 16, estão com a família no Brasil. Eles assistiram ao jogo do Chile contra a Espanha, no Rio, e agora estão em Belo Horizonte. “Queríamos assistir o treino, mas não deixaram. Se víssemos alguma coisa, iríamos contar”, brinca Emilio que aposta 2 a 0 para sua seleção.

O amigo brasileiro Arthur Silva Ribeiro, 10, acredita em um placar mais apertado para o Brasil. “Vai ser 2 a 1”, ele diz, após um abraço de boa sorte no adversário chileno Emilio.

Pelo menos 100 sócios e hóspedes do Sesc tentaram assistir ao treino, mas todo o complexo esportivo estava cercado por grades e seguranças. Muitas crianças saíram frustradas de não ter conseguido ver os jogadores da seleção.