“No Barça, Sánchez não é tão valorizado como na seleção”, diz Sampaoli

Treinador da seleção chilena fez questão de elogiar a sua principal peça ofensiva antes do duelo com o Brasil

iG Minas Gerais | FELIPE RIBEIRO E FERNANDO ALMEIDA |

Alexis Sánchez é sem dúvida o principal nome da seleção do Chile ao lado de Arturo Vidal. No Barcelona, porém, o atacante chileno não foi nem sequer titular absoluto sob o comando de Gerardo Martino. Para o treinador da Roja, Jorge Sampaoli, esta discrepância acontece, principalmente, pois o avante é mais valorizado em sua seleção, algo que ainda falta no clube catalão.

“Alexis na seleção se sente um jogador determinante, ele se sente muito bem considerado. Seu rendimento na seleção é superlativo. No Barcelona talvez ele não é tão valorizado”, disse Sampaoli, um dia antes de enfrentar o Brasil pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

O técnico do Chile aproveitou a deixa para elogiar seu comandado, levantando o moral de uma importante peça da Roja antes do duelo com a equipe canarinho, no Mineirão.

“Ele pode ser um dos melhores do mundo. Tem muitos condicionantes que o faz poder ser muito melhor do que ele é”, completou.

A partida entre Brasil e Chile tem início marcado para as 13h deste sábado, no Gigante da Pampulha.

Leia tudo sobre: chilealexis sanchezsampaoliCopa do Mundoselecao chilenabrasilmineiraobarcelona