Sem Suárez, Uruguai volta ao Maracanã 'sem medo'

Celeste Olímpica retorna ao estádio onde foi campeã em 1950

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Punido pela Fifa, craque não joga mais nesta Copa do Mundo
REPRODUÇÃO/FIFA
Punido pela Fifa, craque não joga mais nesta Copa do Mundo

O Uruguai enfrentará a Colômbia neste sábado (28), no Maracanã, sem a sua principal estrela, o atacante Suárez, que será substituído por Forlán. O duelo decisivo pelas oitavas de final da Copa será o primeiro dos nove jogos de suspensão que a estrela da Celeste terá de cumprir pela mordida do atacante no zagueiro italiano Chiellini. A classificação às oitavas veio apenas na última rodada, na vitória de 1 a 0 sobre a Itália.

"Passamos de fase de uma forma muito difícil, foi um milagre o que fizemos após nosso mau começo. E agora vamos pensar nas oitavas, nada mais. Com respeito a todos, mas sem medo de ninguém", afirmou o zagueiro Godín, herói da classificação.

O jogo de amanhã também marca a volta do Uruguai a uma partida de Copa no Maracanã, palco da conquista de 1950. Quem vencer enfrentará nas quartas de final o vencedor de Brasil x Chile.

Segundo colocado no Grupo D, o Uruguai sofreu para conquistar a vaga nas oitavas. Ao lado de outros dois campeões mundiais, Inglaterra e Itália, o time viu a zebra Costa Rica terminar em primeiro lugar no chamado grupo da morte.

Já a Colômbia trilhou um caminho bem mais tranquilo até o mata-mata. Encerrou a fase classificatória em primeiro lugar do Grupo C, com três vitórias em três jogos.

A equipe estreou na Copa do Mundo sob desconfiança, já que seu principal astro, o atacante Falcao García, não conseguiu se recuperar de uma lesão e foi cortado. O time, porém, não se abateu e venceu a Grécia sem dificuldades: 3 a 0. Depois disso, derrotou a Costa do Marfim por 2 a 1 e goleou os japoneses por 4 a 1.

Com um elenco entrosado, o destaque foi o meia James Rodríguez, autor de três gols na primeira fase e responsável por conduzir as jogadas ofensivas.

"Nesta primeira fase, mantivemos o ritmo, marcamos gols e soubemos superar as dificuldades que surgiram. Nossos talentos individuais também funcionaram", afirmou o técnico José Pekerman.

COLÔMBIA

Ospina; Arias, Valdés, Balanta e Armero; Mejía, Guarín, Cuadrado e James Rodríguez; Jackson Martínez e Teo Gutiérrez. T.: José Pekerman

URUGUAI

Muslera; Cáceres, Giménez, Godín e Álvaro Pereira; Arévalos Ríos, Lodeiro, González e Rodríguez; Cavani e Forlán. T.: Óscar Tabárez

Estádio: Maracanã, no Rio

Horário: 17h

Árbitro: Björn Kuipers (Holanda)

Leia tudo sobre: Copa do Mundoluis suarezfutebolesporteuruguaimaracana