Mulher é esfaqueada por ex que diz 'não sossegar enquanto não matá-la'

Segundo a vítima, não foi a primeira vez que o ex-companheiro a agrediu; mulher foi atingida por duas vezes na cabeça e no braço esquerdo

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Uma mulher, de 37 anos, foi esfaqueada pelo ex-companheiro ciumento, nessa quinta-feira (26), em Carmo do Rio Claro, no Sul de Minas. De acordo com a vítima, essa não foi a primeira vez que o suspeito a agrediu. O homem prometeu que não vai “sossegar” enquanto não matá-la.

A vítima contou à Polícia Militar (PM) que foi surpreendida por Flaudemir Alexandre da Silva, 35, em sua casa, na rua Boiadeiro, no bairro Casa Porto, e que ele logo começou a agredí-la, por ciúmes, com uma faca. A mulher disse que conseguiu se desvencilhar e saiu correndo, escondendo-se em uma mercearia.

A mulher foi encaminhada para um hospital da cidade e foram constatadas duas facadas na cabeça e uma no braço esquerdo. A mulher ficou internada devido a uma hemorragia, mas não corre risco de morrer.

Silva foi encontrado na casa da mulher, quebrando os móveis da casa. Ele confessou que foi ao local para matar a ex-companheira e que ainda irá cometer o crime. O suspeito também ameaçou os militares que o detiveram. Ele foi encaminhada para a delegacia de Alfenas.   

Leia tudo sobre: facadaexciúmes