Escalação brasileira só será divulgada momentos antes da partida

Em jogo que vale vaga nas quartas de final da Copa do Mundo, Felipão decide esperar pelo último treino e pela manhã do confronto com o Chile antes de definir o timea equipe titular

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro e Fernando Almeida |

Luiz Felipe Scolari preferiu não adiantar a escalação titular da seleção brasileira para o jogo deste sábado
JOAO GODINHO / O TEMPO
Luiz Felipe Scolari preferiu não adiantar a escalação titular da seleção brasileira para o jogo deste sábado

Num mundo globalizado do futebol em que todos os times e jogadores se conhecem, fica difícil esconder alguma coisa dos adversários. Porém, o técnico Luiz Felipe Scolari não quer facilitar a vida do adversário Jorge Sampaoli antes do duelo deste sábado entre Brasil e Chile, a partir das 13h, no Mineirão, valendo vaga nas quartas de final da Copa do Mundo.

A escalação da seleção brasileira para enfrentar os chilenos só deverá sair minutos antes de a bola rolar no Gigante da Pampulha. O treinador ainda espera para saber o estado físico dos seus atletas depois do treino desta tarde e da manhã do dia do jogo.

"Eu não sei oi time porque sempre tem um problema ou outro acontecendo. Num treinamento comum pode ter um probleminha e define antes o time, depois redefine e isso não é bom para os jogadores. Neste momento temos condições normais", disse Felipão.

O treinador ainda foi questionado sobre uma possível alteração na lateral direita, saindo Daniel Alves,que não vem apresentando desempenho satisfatório, para a entrada de Maicon, que tem uma postura mais responsável na marcação e no apoio. Porém, o mistério continua, com Felipão até brincando sobre possíveis improvisações.

"Joga um dos dois. São 11 que vão jogar. Alguém vai jogar pela direita. Pode até jogar o Ramires pela lateral. Já estou decidido, time montado, mas é um assunto para amanhã. Não se passa antecipado porque temos treino. Alguém pode torcer um tornozelo, ter um problema, não é legal falar antes sobre escalação porque depois pode mudar", disse o treinador, 

Leia tudo sobre: FelipãoMineirãoScolariChileBrasil