Usuários que foram às UBSs tiveram que voltar para casa

Usuários que foram buscar atendimentonas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) tiveram que voltar para casa

iG Minas Gerais | Lisley Alvarenga |

Os usuários que foram buscar atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), no Centro de Especialidades Divino Ferreira Braga e nos ambulatórios com consultas agendadas da rede entre terça (24) e quinta-feira (26) tiveram que voltar para casa.

Esse foi o caso, por exemplo, da moradora do bairro Vianópolis Marilene Alves de Souza, 55. Ela diz que, há 23 anos, utiliza o sistema público de saúde do município, mas que, nos últimos meses, tem sido prejudicada por causa das greves que vêm ocorrendo em Betim. “Faço tratamento com vários especialistas da rede, porque tenho um problema grave de coluna. Vim nesta semana para fazer um retorno médico, mas os postos não estão atendendo, por causa dessas paralisações. O prefeito tem que sentar com os médicos e conversar para tentar resolver essa questão. Quem mais sofre com isso é a população”, lamentou ela.

O motorista Lincoln Ribeiro, 47, também buscou atendimento, na UBS Angola, na última terça-feira (24), porém, os funcionários da unidade disseram que não havia médicos no local. “Tive que ir embora sem ser atendido. Espero que essa situação se resolva logo. Não podemos ser prejudicados por causa desse impasse dos médicos com a prefeitura”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave