Crimes violentos caem 9,28%, enquanto outros casos crescem 24,83%

Dados foram apurados pela SEDS até maio deste ano em comparação ao mesmo período de 2013

iG Minas Gerais | Da Redação |

A Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS) divulgou nesta quinta-feira (26) as estatísticas de crimes violentos registrados em todo o Estado. Na avaliação até maio, observa-se uma queda de 9,28% nos homicídios em Belo Horizonte e de 4% na região metropolitana em comparação com o mesmo período de 2013.  No entanto os estupros, as extorsões mediante sequestros e crimes contra o patrimônio cresceram 24,83%.

Entre janeiro e maio do ano passado foram registradas 345 mortes na capital; este ano foram 313 mortes. Na Grande BH, o período fechou com 849 homicídios em 2014 e 815 em 2013.

No entanto, para outros crimes, foi apurado um acréscimo nos dois primeiros meses de 2014. No Estado, há aumento de 24,83% dos crimes violentos agrupados (homicídios consumados, homicídios tentados, estupros consumados, estupros tentados, roubos, extorsões mediante sequestro e sequestros e cárceres privados). Já os crimes violentos contra o patrimônio (roubos e extorsões mediante sequestro) cresceram 24%.

Para os casos de estupro em Belo Horizonte, foram registradas 99 ocorrências até maio deste ano, contra 93 em 2013. No Estado, o crime teve redução de 14,53%. Investimentos Nessa quarta-feira (25), a SEDS lançou o Plano Estadual de Defesa Social, que traça as estratégias e projetos que serão desenvolvidos em conjunto com as Polícia Militar, Civil e Corpo de Bombeiros nos anos de 2014 e 2015. O investimento é de R$ 909 milhões. Entre as ações que deverão ser desenvolvidas está a inauguração de 11 Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs) até próximo ano, a implantação do sistema de videomonitoramento Olho Vivo em 19 municípios, criação de 690 vagas no sistema socioeducativo e início da construção e ampliação de 21 unidades prisionais. Ações das Polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros também estão previstas no Plano Estadual de Defesa Social. A PM implantará o sistema de videomonitoramento Olho Vivo em 19 municípios. Serão 808 câmeras, com investimento de R$45,2 milhões. Também serão recrutados 3.000 soldados em 2015, para reforçar o policiamento ostensivo no Estado.

Pela Polícia Civil, serão construídos Postos de Perícia Integrada (PPIs) em municípios-polo do Estado, como Uberaba, Uberlândia e Juiz de Fora, que vão aumentar a capacidade de investigação dos crimes. O investimento na ação é de R$9,2 milhões. Outros R$26,3 milhões serão investidos na construção, reforma e estruturação de delegacias. Duas mil e quinhentas viaturas das corporações receberão aparelhos de GPS, que irão agilizar e melhorar a qualidade do atendimento a emergências, com investimento de R$1,4 milhão. Para o Corpo de Bombeiros, estão sendo negociados com o BID recursos de R$7 milhões, para construção da Academia de Formação. Além disso, 960 novos militares deverão recompor o efetivo da corporação, o que demandará investimento de R$2,2 milhões em capacitação.