Governador lança edital da licitação da PPP do Rodoanel

Estrada vai ligar a BR-381, na saída para Vitória, à mesma rodovia, na saída para São Paulo, cruzando com a BR-040, na saída para Brasília

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O governador Alberto Pinto Coelho lançou nesta quinta-feira (25) o edital da licitação da PPP do Contorno Metropolitano Norte - Rodoanel Norte, via de ligação leste a oeste da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A rodovia vai ligar a BR-381, na saída para Vitória, à mesma rodovia, na saída para São Paulo, cruzando com a BR-040, na saída para Brasília, e rodovias estaduais como a MG-010, MG-020, MG-404 e LMG-806. Serão interligados os municípios de Sabará, Santa Luzia, Vespasiano, São José da Lapa, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Contagem e Betim. O Rodoanel Norte terá uma extensão de 66 quilômetros e também fará a ligação dos principais polos econômicos estaduais e nacionais com a RMBH.

“Desde o momento em que conheci este projeto, vi nele a dimensão e a envergadura que ele pode representar para o desenvolvimento da Região Metropolitana e do Estado. É um projeto que ultrapassa governos com o propósito de se fazer uma obra que qualifica o território mineiro, uma obra transformadora que vem para gerar o desenvolvimento tão demandado, trazendo oportunidade de qualidade de vida aos mineiros. Essa obra tem essa dimensão no contexto do planejamento da Região Metropolitana”, afirmou o governador.

A duração do contrato da PPP será de 30 anos para implantação e operação da rodovia. Os investimentos previstos são de R$ 4 bilhões para obras e desapropriações, sendo R$ 3,2 bilhões por meio do parceiro privado, e R$ 800 milhões do Governo do Estado. A previsão é que as obras durem quatro anos. Será declarada vencedora da licitação a empresa que cobrar menor valor mensal de contraprestação a ser paga pelo Governo de Minas. O prazo para apresentação de propostas é 18 de agosto. A expectativa é que o contrato seja assinado ainda neste ano, para início das obras em 2015.

A nova rodovia vai reduzir em 70 mil veículos diários - o equivalente a 48% - o tráfego de veículos pesados no Anel Rodoviário, trazendo mais segurança e conforto, além da redução de acidentes. Diariamente, passam pelo Anel de 154 mil veículos, grande parte deles vindo das BRs 281, 262 e 040 e que transitam desnecessariamente por Belo Horizonte, já que o destino de muitos é o interior do Estado. Desenvolvimento Econômico

A implantação do Rodoanel Norte vai permitir ainda o desenvolvimento e a urbanização da RMBH, especialmente do seu vetor Norte. As áreas laterais da rodovia serão amplas, possibilitando a implantação futura de marginais ao longo do trajeto e a instalação de parques industriais e logísticos, além de novos empreendimentos comerciais e residenciais. Projeto

O Rodoanel Norte foi planejado com curvas e rampas suaves, pontes, viadutos e passarelas, que proporcionam conforto, segurança e economia. Terá pista dupla (com capacidade de expansão para até quatro faixas por sentido), canteiro central de 15 metros, faixa de segurança e acostamento de três metros. Em Betim, serão construídas vias marginais para comportar o tráfego local.

Com uma velocidade projetada para o Rodoanel Norte é de 110 km/hora e a previsão é que o tempo de viagem entre Betim e Ravena, distrito de Sabará, que atualmente é de 60 minutos, caia para 36 minutos. Já a viagem entre Betim e Confins, deverá ser feita em 30 minutos.

Segundo o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Fabrício Sampaio, o projeto prevê uma rodovia com uma engenharia moderna semelhante às melhores do mundo. “Essas obras inauguram um novo patamar rodoviário em Minas Gerais, seja no sistema de operação da rodovia quanto na justiça tarifária, já que as pessoas vão pagar apenas o recurso de fato utilizado”, detalhou.

A cobrança do pedágio será proporcional à extensão percorrida por cada veículo. Isso será possível por meio da distribuição de tags eletrônicos para os usuários e a implantação de pórticos com sensores que identificam o ponto de entrada e saída de cada veículo da rodovia. As cobranças serão feitas nas oito alças de saída do Rodoanel, evitando paradas e interferências no tráfego de passagem. A cobrança será automática, evitando a formação de filas. Os valores irão variar entre R$ 4,10 e R$ 7,10.

A Concessionária vencedora da licitação da PPP será responsável pela implantação de um centro de controle operacional com monitoramento por câmeras 24 horas; atendimento a incidentes, com remoção mecânica; painéis de mensagem para orientação aos usuários; atendimento 0800; fiscalização de peso de caminhões e segurança.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave