R10 deve permanecer na China para estrelar comerciais

Empresa estrangeira negocia com irmão do craque para o R10 se torne garoto-propaganda

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ronaldinho Gaúcho não retorna com a delegação do Galo para o Brasil, após o último amistoso alvinegro na China, sábado, contra o Guangzhou Evergrande, em Nanning City. Porém, não se trata de uma possível saída do jogador do Galo. O próprio atleta e o seu irmão e empresário Assis Moreira já garantiram a sua permanência até o fim do contrato.

R10 deve passar mais alguns dias na Ásia pois deve se tornar garoto propaganda de empresa estrangeira. O irmão do craque, que cuida da carreira do meia, afirmou que existe a possibilidade de o jogador permanecer por mais alguns dias em solo asiático. “Existe a possibilidade. Estamos conversando”, sintetizou Assis, ao site GloboEsporte.com.

O craque alvinegro solicitou três dias de licença à diretoria do clube e ganhou autorização do diretor de futebol Eduardo Maluf. O período pedido pelo jogador é o mesmo que o restante do grupo terá de folga antes de se reapresentar para a sequência da temporada, no dia 4 de julho.

O Galo deixa a China no dia 30 de junho, quando inicia o retorno para o Brasil. 

Leia tudo sobre: ChinaRonaldinhogaroto propagandanegociacaoAsia