Alemanha bate Estados Unidos e confirma primeiro lugar no Grupo G

Mesmo com vitória dos germânicos, equipe norte-americana avançou às oitavas de final da Copa do Mundo

iG Minas Gerais | VICTOR MARTINS |

Ricardo Mazalan/AP
undefined

Com apenas dez minutos de jogo já era possível ver que a partida entre Estados Unidos e Alemanha estava longe de ser um jogo de compadres, já que o empate classificaria as duas seleções. Em um jogo aberto e muito disputado, fato acirrado por conta do gramado molhado da Arena Pernambuco, por conta da forte chuva que castiga Recife, melhor para os alemães, que venceram por 1 a 0, com gol de Thomas Muller e garantiu o primeiro lugar do grupo G. Mesmo com a derrota, os Estados Unidos se classificaram por conta do saldo de gols, bem melhor do que de Portugal, que também terminou a fase com quatro pontos. Embora o empate fosse ainda mais conveniente para a Alemanha, pois a igualdade garantiria não só a classificação como o primeiro lugar do grupo, foi a seleção europeia que tomou a iniciativa do jogo. Os primeiros minutos de jogo foram de absoluto massacre. Nem sequer do meio de campo os Estados Unidos conseguiam passar. O domínio alemão, no entanto, não era traduzido em boas oportunidades. Apesar da troca de passes e de encurralar o adversário, o goleiro Tim Howard deixou a primeira etapa sem fazer um grande defesa. Aos 21 minutos a bola sobrou para Zuzi, no único contra-ataque puxado com eficiência pelo atacante americano no primeiro tempo. O camisa 19 até que finalizou bem, mas a bola subiu um pouquinho demais e passou perto da trave de Neuer. Embora sem chances claras para os dois lados, a disputa por cada bola deixou bem claro que as duas equipes queriam muito mais do que o empate. Tanto que na volta para o intervalo, a Alemanha mudou. Entrou o centroavante Klose, que busca mais um gol em Copa do Mundo para se isolar como o maior artilheiro na história do torneio. O camisa 11 não conseguiu marcar, mas viu Thomas Muller fazer o gol, quarto dele em 2014, o nono em nove partidas de Mundial. Praticamente ao mesmo tempo do gol da Alemanha, que foi aos 9 min do segundo tempo, veio o gol de Gana. Com o empate em Brasília, a equipe africana precisava apenas de virar sobre Portugal para conseguir a segunda vaga do grupo. Isso mudou o comportamento da equipe de Jurgen Klinsmann. Os Estados Unidos passaram a buscar mais o gol. Mas a Alemanha não tirou o pé, continuou em busca do segundo gol, o que tornou a missão americana ainda mais complicada. Mas Cristiano Ronaldo afastou qualquer medo de uma possível desclassificação dos Estados Unidos. Ao fazer o segundo gol de Portugal, aos 35 minutos do segundo tempo, o craque do Real Madrid praticamente garantiu a presença dos Estados Unidos nas oitavas de final. E nem assim os dez minutos finais da partida na Arena Pernambuco teve clima de amistoso.  As duas equipes chegaram e os Estados Unidos quase empataram, já nos acréscimos, mas um carrinho de Lahm e depois a falta de precisão de Dempsey determinaram o resultado final de 1 a 0.

De compadre, apenas o longo abraço entre os treinadores depois da partida. Os alemães Klinsmann e Joachim Low trabalharam juntos em 2006 e são amigos, que ficou de lado por pouco mais de 90 minutos, para o bem da Copa do Mundo. ESTADOS UNIDOS 0 X 1 ALEMANHA Local: Arena Pernambuco, Recife (PE) Data-Hora: 26/6/2014 - 13h Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB) Auxiliares: Abduxamidullo Rasulov (UZB) e Bakhadyr Kochkarov (KGZ) Público: 41.876 presentes Cartões amarelos: Howedes (ALE); Beckerman (EUA) Gols: Müller (9'/2ºT)

ESTADOS UNIDOS: Howard; Johnson, Gonzalez, Besler, Beasley; Beckerman, Jones; Zusi (Yedlin - 38'/2ºT), Bradley, Davis (Bedoya - 13'/2ºT); Dempsey - Técnico: Jürgen Klinsmann

ALEMANHA: Neuer; Boateng, Hummels, Mertesacker e Howedes; Lahm, Kroos e Schweinsteiger (Gotze - 30'/2ºT); Ozil (SchUrrle - 42'/2ºT), Müller e Podolski (Klose - Intervalo) - Técnico: Joachim Löw

Leia tudo sobre: Copa do MundoAlemanhaEstados UnidosMundial