Julian Assange pode desfilar na semana de moda de Londres

Caso o ativista australiano aceite o convite, o desfile acontecerá na Embaixada do Equador em Londres, onde ele está asilado desde 2012

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Lefteris Pitarakis/AP
undefined

O ativista australiano Julian Assange, criador do WikiLeaks, pode desfilar nas passarelas da London Fashion Week em setembro deste ano.

Ben Westwood, filho da estilista britânica Vivienne Westwood, disse ao jornal "The Telegraph" que pretende convidar o australiano para participar de seu desfile. O convite ainda não foi feito oficialmente, porém, e o ativista até agora não se manifestou sobre a questão.

Caso Assange aceite o convite, o desfile acontecerá na Embaixada do Equador em Londres, onde ele está asilado desde 2012, evitando sua extradição para a Suécia devido a acusações de abuso sexual.

"O objetivo é promover Assange", disse o estilista.

Outros seis modelos devem participar do desfile, usando roupas inspiradas nos filmes de faroestes de Clint Eastwood e no "look de boina-de-combate de Assange", segundo Westwood. A apresentação usará a trilha sonora do filme "O Bom, o Mal e o Feio" (1966), estrelado por Eastwood, ao lado de Lee Van Cleef e do ator Eli Wallach, morto nesta quarta (25).

O estilista também comentou que sua mãe, Vivienne Westwood, apoia a ideia -ela já visitou o ativista na embaixada em outra ocasião, usando uma camisa com o rosto do australiano estampado, ao lado da frase "Sou Julian Assange".

Apesar da reclusão, o ativista já fez outras aparições em eventos pop. Em 2012, Lady Gaga passou pela embaixada para visitá-lo, atraindo a atenção da mídia e, em 2013, Assange abriu, via skype, a turnê da cantora M.I.A..

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave