Atraso e ‘irritação’ da Federação Chilena marcam treino na Toca II

Helicóptero de televisão interrompeu atividade no CT celeste, o que também causou atividade na coletiva de imprensa

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Atraso marcou os treinamentos da Chile na Toca da Raposa, nesta manhã
FERNANDO ALMEIDA/WEBREPÓRTER
Atraso marcou os treinamentos da Chile na Toca da Raposa, nesta manhã

A quinta-feira começou nervosa na Toca da Raposa II, onde a seleção do Chile se hospeda na Copa do Mundo, no Brasil. Enquanto os integrantes da imprensa esperavam a entrada ao centro de treinamento do Cruzeiro, um helicóptero da Globo passou por cima do CT celeste e, segundo a Asociación Nacional de Fútbol Profesional do Chile (ANFP), interrompeu o treino chileno.

Além do costumeiro atraso (a coletiva de imprensa da última quarta começou quase 1 hora depois do marcado), este fato ‘ajudou’ a aumentar ainda mais o tempo para iniciar a coletiva com o artilheiro Alexis Sánchez, nesta quinta.

“Os treinos são longos. Tem horário de início, mas não tem horário de término. Tivemos de interromper a prática de hoje por causa de um helicóptero. O meio de comunicação proprietário (Globo) se explicou e as explicações foram aceitas pela federação”, disse o assessor de imprensa da ANFP.

Alexis Sanchez iniciou a coletiva apenas às 12h30 horas, enquanto o horário marcado era às 11h35.

Leia tudo sobre: treinochiletoca da raposatoca 2atividadehelicópterogloboatividaecoletiva