Mordida de Suárez em Chiellini foi apenas mais uma em seu 'currículo'

Atacante tentou morder o mesmo adversário no ano passado, durante a Copa das Confederações

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Suárez foi o autor do gol uruguaio na derrota para a Espanha, em Recife
Divulgação / Fifa
Suárez foi o autor do gol uruguaio na derrota para a Espanha, em Recife

A mordida de Luis Suárez não foi novidade para quem conhece um pouco de seu passado recente. A tentativa de agressão pra cima do zagueiro Chiellini da Itália foi apenas mais uma das suas ações intempestivas.

No ano passado, durante a Copa das Confederações, Suárez já havia tentado morder o mesmo italiano, sem sucesso. A Copa do Mundo foi a chance que ele queria para aproveitar a oportunidade perdida. No entanto, a conta saiu cara para o uruguaio, suspenso da Copa por nove jogos, o que deve corresponder a cerca de quatro meses fora dos gramados. Ele ainda terá que pagar multa de 100 mil francos suíços.

Com a nova punição, Suárez soma 34 jogos de suspensão desde 2010. O detalhe é que, desde então, o jogador não recebeu sequer um único cartão vermelho, deixando claro o descontrole de suas ações dentro do gramado.

Confira os outros episódios envolvendo Luis Suárez.

- Em 2010, quando defendia o Ajax-HOL, o uruguaio chegou a morder o volante Otman Bakkal, adversário do rival PSV, em jogo da liga local. O atacante foi punido por sete jogos, pelo próprio clube, mostrando o grau de reprovação de seu ato. A suspensão foi válida para jogos do campeonato holandês e para a Copa do país europeu. Ele ainda teve que pagar uma multa, que não teve seu valor divulgado. A reação do Ajax veio após a imprensa holandesa pressionar o clube. Vários meios de comunicação do país chegaram a chamá-lo de canibal.

- Em 2013, foi a vez do zagueiro Ivanovic, do Chelsea, sofrer com os dentes de Suárez, que já vestia a camisa do Liverpool. O time da cidade dos Beatles perdia por 2 a 1 quando o incidente aconteceu. O técnico Brendan Rodgers, do Liverpool, criticou a atitude do jogador, que foi, novamente, multado pelo clube, além de pegar gancho de 10 partidas