Muntari e Boateng são expulsos da seleção ganesa

Devido à agressões a membros da comissão técnica, dupla foi desligada da delegação na manhã desta quinta-feira, dia do jogo decisivo contra Portugal

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined

Justamente nesta quinta-feira em que decidem uma vaga para as oitavas de final na Copa do Mundo do Brasil, contra Portugal, onde precisam ganhar e torcer por  combinação de resultado no outro jogo da chave, a seleção de Gana começou o dia apagando um grande incêndio.

E de forma imediata: com a expulsão de dois de seus principais jogadores da delegação.Sulley Muntari e Kevin-Prince Boateng foram desligados por motivos de indisciplina.

Muntari agrediu um membro da comissão executiva da seleção, Moses Armah, e foi dispensado imediatamente. Já Boateng tomou o "cartão vermelho" disciplinar após ter discutido e usado "palavras vulgares" na direção do técnico Kwesi Appiah.

As informações foram confirmadas pela Federação Ganesa de Futebol em um comunicado oficial. A entidade ainda divulgou que Boateng "não mostrou remoroso pelas suas atitudes que ocasionaram" o seu desligamento da delegação.

Vale lembrar que esta não é a primeira confusão que a seleção ganesa se envolve nesta semana: depois de ameaçarem não entrar em campo contra Portugal por falta de premiação, o presidente de Gana teve de intervir, e os jogadores receberam uma quantia de 3 milhões de dólares em caráter de urgência.

Leia tudo sobre: COPA DO MUNDOGANA