Motoristas vão pagar pedágio entre Betim e DF já em 2015

Concessionária duplicará 650 km de rodovias no Estado em um prazo de cinco anos

iG Minas Gerais | Juliana Gontijo |

Pauta. Concessão de rodovias foi o assunto discutido ontem na Comissão de Transportes da Almg
Guilherme Bergamini/ALMG
Pauta. Concessão de rodovias foi o assunto discutido ontem na Comissão de Transportes da Almg

Os motoristas podem preparar os bolsos. Em meados de 2015, eles já devem pagar pedágio para trafegar em trechos das BRs 262, 153 e 060, que ligam a região central de Minas, partindo de Betim, a Brasília, passando pelo Triângulo Mineiro. A cobrança deve começar em agosto do ano que vem, se a Concessionária das Rodovias Centrais do Brasil (Concebra) conseguir atender às exigências da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), conforme informou o diretor-presidente da empresa, Odenir José Sanches.

A concessionária vai duplicar 647,8 km de rodovias em Minas Gerais, contemplando trechos da BR – 153/MG (do entroncamento com a BR–365/MG –Trevão, até a divisa entre Minas Gerais e São Paulo e BR–262/MG (do entroncamento com a BR-153, em Frutal, até Nova Serrana), em um prazo de cinco anos. Sanches explicou que para iniciar a cobrança, tem que entregar, no mínimo, 10% dos 647,8 km previstos para serem duplicados. “Além disso, o local tem que estar apto a receber o tráfego”, observa. O trecho de cerca de 65 km entre Uberaba e Campo Florido, no Triângulo, foi o escolhido para iniciar a duplicação. “A escolha está relacionada com a topografia do terreno, além de questões ambientais. Lá é um terreno de cerrado, com pouca vegetação. Para a supressão das árvores é mais fácil a aprovação (dos órgãos ambientais)”, explicou. No local, estão trabalhando entre 350 e 400 pessoas. As intervenções começaram no último dia 3 de maio e devem terminar no início do segundo semestre de 2015. “Hoje, em 25 km da via estão sendo executados serviços de terraplenagem, com limpeza e aterro. E já foram concluídos por volta de 7 km de terraplenagem e entre quatro e cinco quilômetros estão em condições de lançar a sub-base do pavimento”, diz. Pedágios. Em Minas, no sentido Betim, em Florestal, pouco antes de Pará de Minas, está previsto o primeiro pedágio. No total, serão onze praças de pedágio, sendo sete no Estado, separadas uma da outra por cerca de 100 quilômetros. Na BR–153, ficarão localizadas duas praças: em Prata (Km 127) e Fronteira (Km 227). E na BR–262, além de Florestal (Km 389), estão previstas pedágios em Luz (Km 512), Campos Altos (Km 600), Sacramento (Km 736) e Campo Florido (Km 863).

De olho Rodovias. A fiscalização de todas as intervenções a serem feitas e a regulação das rodovias são de responsabilidade da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave