Suíça se classifica e vai pegar a Argentina; Blatter é vaiado

Em Manaus, suíços venceram Honduras por 3 a 0 e terminaram em segundo do Grupo H

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Jogador do Bayern de Munique, Shaqiri foi o nome da partida contra os hondurenhos
Reprodução Facebook
Jogador do Bayern de Munique, Shaqiri foi o nome da partida contra os hondurenhos

Com três gols do meia Shaqiri, do Bayern de Munique, a Suíça derrotou o calor de Manaus e a seleção de Honduras para avançar às oitavas de final deste Mundial.

Na próxima fase, o time vai enfrentar a Argentina, terça (1), no Itaquerão, às 13h. Os argentinos passaram em primeiro lugar no Grupo F ao derrotar a Nigéria por 3 a 2, com dois gols de Messi, e manter aproveitamento de 100%.

O time europeu, que queixava-se do clima antes da partida, foi cirúrgica: controlou a partida e, quando atacou, sempre levou perigo. Abriu o placar logo aos 6 minutos, num chute preciso de fora da área. A seleção de Honduras, que precisava vencer por goleada para ainda sonhar com uma vaga, batia cabeça durante todo o primeiro tempo.

Shaqiri ampliou aos 31 minutos, ainda na primeira etapa. No segundo tempo, a equipe da América Central lançou-se ao ataque e chegou com algum perigo, motivada principalmente pelo apoio da torcida brasileira no estádio.

Mais cansados, os suíços gastaram o tempo e passaram a explorar os contra-ataques. A vitória foi decretada aos 26 minutos, novamente com o jogador do Bayern. Desde 1994, nenhum jogador suíço marcara dois gols em uma mesma partida de Copa.

Os jogadores ainda esperaram o final da partida entre França e Equador para celebrar a classificação.

Antes do apito final, o presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter, presente no estádio, teve imagem exibida nos dois telões, e levou uma sonora vaia.

HONDURAS Valladares; Beckeles, Bernárdez; Figueroa e García; Claros, Palacios, Espinoza (Marvin Chavez), Boniek García (Andy Najar) e Costly (Jerry Palacios); Bengston. T.: Luis Suárez

SUÍÇA Benaglio; Lichtsteiner, Djourou, Schär e Rodríguez, Inler, Behrami, Shaqiri (Dzemaili), Xhaka (Lang) e Mehmedi; Drmic (Seferovic). T.: Ottmar Hitzfeld Estádio: Arena Amazônia, em Manaus Árbitro: Nestor Pitana (Argentina) Gols: Shaqiri, aos 6 min, e aos 31 min do 1º tempo; Shaqiri, aos 35 min do 2º tempo Cartão amarelo: Jerry Palacios (H)

Leia tudo sobre: ShaqiriJoseph BlatterCopa do MundoSuíçaManausArena AmazôniavitóriaGrupo HHonduras