Confirmado pelo Barça, Bravo chega motivado ao duelo com o Brasil

Goleiro do Chile passou oito anos atuando na Real Sociedad (ESP) após iniciar a carreira no Colo Colo (CHI)

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Atuar em um grande clube é o grande sonho de todos os garotos que iniciam a carreira no futebol. Aos 31 anos, Claudio Bravo é novamente o capitão do Chile em uma Copa do Mundo – foi em 2010, na África do Sul – e concluiu, nesta semana, a sua transferência para o Barcelona (ESP).

A confirmação do acerto com o clube espanhol veio quatro dias antes do importante duelo contra o Brasil, pelas oitavas de final; algo que ele garante: será algo muito motivador.

“Esse tipo de notícia é bom, claro. Mas estou tranquilo. É focar somente na seleção e na próxima partida”, disse Bravo.

“Significa um passo importante na minha carreira. Estou tranquilo com as minhas coisas. Meu sentimento é de felicidade, de tranquilidade. É um passo grande na minha carreira, pelo tanto que eu me empenhei; é um orgulho”, completou o arqueiro, que tende a ser reserva do Marc-André ter Stegen no Barcelona.

Carreira. Depois de começar sua carreira em uma das principais agremiações mais importantes do Chile, o Colo Colo (CHI), o goleiro transferiu-se para a Real Sociedad (ESP), clube no qual atuou de 2006 a 2014.

Leia tudo sobre: chilebravobarcelonaCopa do Brasilselecao chilena