Funcafé disponibiliza R$ 900 milhões para linhas de capital de giro

Cafeicultores contam com recursos para financiamento a partir de 1º de julho

iG Minas Gerais | Da Redação |

Recursos serão disponibilizados para a indústria de café solúvel, de  torrefação e para cooperativas de produção
Divulgação
Recursos serão disponibilizados para a indústria de café solúvel, de torrefação e para cooperativas de produção
O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a alocação de R$ 900 milhões do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para a linha de crédito destinada ao financiamento de capital de giro. Serão disponibilizados até R$ 200 milhões para as indústrias de café solúvel, até R$ 300 milhões para as indústrias de torrefação de café e até R$ 400 milhões para cooperativas de produção.   De acordo com a Resolução CMN nº 4.340, de 20 de junho de 2014, a medida entrará em vigor em 1º de julho deste ano. Foi estabelecido também o aumento da taxa de juros de 6,5% para 7,5%, conforme anunciado no lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015 (PAP), em maio.  A secretária de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Cleide Laia, explica que a liberação dos recursos beneficiará indústrias de café solúvel, de torrefação e cooperativas de produção localizadas no território nacional. “A cafeicultura é muito importante para a economia do país, maior produtor e exportador mundial e segundo maior consumidor do produto”, destaca.

Leia tudo sobre: caféfinanciamentoFuncafé