Argentinos são presos por tentar roubar ingressos próximo ao Beira-Rio

Dois hermanos foram flagrados na tentativa de tirar as entradas dos bolsos de brasileiros

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Invasão hermana em porto Alegre: argentinos já estão no local para assistir ao jogo
Anselmo Cunha/PMPA
Invasão hermana em porto Alegre: argentinos já estão no local para assistir ao jogo

Dois argentinos foram presos no entorno do estádio Beira-Rio tentando roubar ingressos de brasileiros a menos de duas horas antes da partida da seleção de seu país contra a Nigéria, pela terceira e última rodada do Grupo F da Copa do Mundo.

Segundo a Brigada Militar, eles tentaram arrancar os ingressos das mãos e dos bolsos dos torcedores antes da barreira de acesso ao estádio. É preciso apresentar as entradas para ter acesso ao local.

Um dos presos em flagrante, que não quis se identificar, disse que era "tudo mentira" da polícia, que ele estava tentando comprar uma entrada.

NIGERIANOS

O médico nigeriano Eke Iwe, 41, contou ter sido roubado por seis argentinos numa rua próxima ao Beira-rio.

"Eles me jogaram no chão e pegaram meu ingresso, meu cachecol da Nigéria e meu boné. Eles estão desesperados", disse à reportagem.

Seu amigo Eain Biyi, 42, também teve a entrada furtada. "Vários argentinos ficaram pedindo fotos, abraçando, pulando. Quando vi, meu ingresso não estava no bolso".

SEGURANÇA

A preocupação com o jogo entre Nigéria e Argentina é tanta que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o chefe do Estado Maior das Forças Armadas, o general José Carlos De Nardi, seguiram para a capital gaúcha na noite desta terça (24). Eles irão assistir ao jogo com o governador Tarso Genro (PT-RS).

O coronel Godoy evita falar em efetivo, mas diz que o número de policiais empregados no jogo será o maior desde o início do torneio nos jogos realizados em Porto Alegre.

E pela primeira vez na Copa policiais militares irão atuar entre torcedores argentinos. A Brigada Militar fará o patrulhamento de áreas comuns do complexo, como corredores e filas de lanchonetes. Segundo Ayrton Michels, secretário de Segurança do Rio Grande do Sul, são esperados 80 mil argentinos em Porto Alegre.

Desses 80 mil torcedores argentinos esperados apenas 18 mil possuem ingressos. Os bloqueios ao estádio Beira-Rio estão a cerca de dois quilômetros da arena. Eles começaram a ser feitos as 7h.

Leia tudo sobre: argentinoshermanosassaltorouboporto alegrebeira-rioargentina x irã