Turistas disputam cadeiras em bares no entorno do Mineirão

Em alguns casos, a superlotação nos estabelecimentos fizeram com que os estrangeiros deitassem no gramado das portas desses comércios

iG Minas Gerais | Larissa Arantes |

Estrangeiros sem ingressos para assistir as partidas no Mineirão disputam cadeiras em bares no entorno do estádio
Uarlen Valerio / O Tempo / O TEMPO
Estrangeiros sem ingressos para assistir as partidas no Mineirão disputam cadeiras em bares no entorno do estádio

O recorde de público no jogo desta terça-feira (24) da Copa do Mundo no Mineirão teve reflexos diretos na movimentação dos bares do entorno do estádio. Em alguns estabelecimentos, a disputa era tão grande que muitos turistas desistiram de tentar entrar e deitaram no gramado da porta e por lá ficaram.

Os amigos costa-riquenhos Adolfo Cholo, 43, e Tony Cholo, 44, queriam muito participar da festa que foi organizada em um dos restaurantes, com direito a DJ exclusivo, mas já estava lotado. “Estamos aqui pela música e pelo chopp gelado, e por que não por causa das mulheres? Mas até agora não conseguimos entrar”, disse Adolfo. Ainda assim não deixavam a alegria de lado. Quando questionados sobre a performance da seleção de Costa Rica até agora, se abraçaram e disseram que estava sendo emocionante.

Em outro restaurante, os donos aproveitaram a entrada para colocar uma bandeira grande da Inglaterra e virou “point” dos torcedores da seleção já eliminada da Copa. No mesmo local, funciona um hotel, o que ajudou ainda mais a atrair público. Mesmo com o resultado da partida de ontem, gritavam o tempo todo “England, England!”.

Em outro bar, que acabou prejudicado pelas grades de segurança colocadas pela Fifa ao redor de todo o estádio, uma estrutura especial foi montada. Os donos aproveitaram a área de estacionamento para criar um “lounge” com barracas de caipirinha, tropeiro e muita música. Garçonetes bem arrumadas serviam o chopp gelado enquanto ingleses cantavam e pulavam.

Leia tudo sobre: Copa do Mundo; Bares de BH