Jogo entre Grécia e Costa do Marfim tem invasão de torcida estrangeira

Segundo o governo cearense, 19 mil estrangeiros compraram ingressos para a partida no Castelão

iG Minas Gerais |

Diferente das torcidas de Uruguai, Costa Rica, México, Alemanha e Gana, o jogo desta terça-feira (24) entre Costa do Marfim e Grécia não atraiu tantos torcedores originários destes dois países.

No entorno do Castelão, em Fortaleza, onde a partida será disputada, foi possível notar uma grande quantidade de estrangeiros de outros cantos do mundo -como alemães, uruguaios, mexicanos e costa-riquenhos, por exemplo. Foi possível avistar apenas um pequeno grupo de gregos e poucos marfinenses.

"Viemos para Fortaleza para o jogo entre Holanda x Chile [pelas oitavas de final, no domingo]. Aproveitamos para torcer pela Costa do Marfim, que tem as mesmas cores laranjas que as nossas", disse o holandês Mo Oizaz, 40.

Segundo o governo cearense, 19 mil estrangeiros compraram ingressos para esta partida no Castelão, que tem espaço para 64 mil lugares. O governo não soube especificar quantos destes bilhetes foram vendidos para gregos e marfinenses, embora fale "em pequena parcela" para os dois países.

"É possível que tenha mais mexicano aqui do que torcedores destas duas seleções somadas. Eles não gostam tanto de futebol quanto nós", diz o mexicano Alvo Portento, 32. Assim como os holandeses, ele já está na capital cearense para o jogo das oitavas de final.

"Não somos uma seleção tradicional. Esta é apenas nossa terceira Copa. Se a Grécia continuar participando dos Mundiais com certeza vai ter uma legião de gregos nos próximos torneios. Talvez na Rússia estejamos em maior número", diz Nicholas Torosidis, 23.

Leia tudo sobre: invasãoCosta do MarfimGréciaCastelãoCopa do Mundo