Jornal inglês destaca beleza e indica Inhotim para turistas

Escrito pela jornalista Vicky Baker, o texto descreve Inhotim como uma grande 'galeria de arte a céu aberto'

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Daniela Paoliello
undefined

O jornal britânico 'The Guardian' publicou, nesta terça-feira (24), uma matéria sobre o Instituto Inhotim, em Belo Horizonte, que é o maior centro de arte contemporânea da América Latina. 

Escrito pela jornalista Vicky Baker, o texto descreve Inhotim como uma grande 'galeria de arte a céu aberto'. Ela ainda garante que, mesmo com a prematura eliminação da Inglaterra na Copa, os torcedores se divertirão e se animarão com a visita ao local.

'Você nunca vai conseguir ver tudo do local. Alguns entusiastas chegam até a comprar passes para visita em vários dias', escreve a jornalista, que também destaca o tamanho do lugar, com cerca de 500 mil hectares de área.

Além de destacar algumas obras de arte e famosos artistas que fazem parte da coletânea do lugar, o 'Guardian' também afirma que Inhotim é 'um poço de dinheiro', ao mostrar que são mais de 1 mil funcionários trabalhando no local, além de um gasto total de R$ 2 milhões por mês.

Para conferir a matéria original, em inglês, clique aqui.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave