Flash mob com gingando brasileiro rouba a cena na Savassi

Apresentações acontecem nas 12 cidades sede do Brasil com mistura de várias danças brasileiras; Ministério da Cultura investiu R$ 1 milhão no projeto

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

ESPORTES. BELO HORIZONTE, MG.

Caderno da Copa

Projeto Grande Danca Brasil realiza um flash mob com coreografia brasileira nas cidades-sedes da Copa do Mundo no Brasil.

FOTO: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO / 24.06.2014
Lincon Zarbietti / O Tempo
ESPORTES. BELO HORIZONTE, MG. Caderno da Copa Projeto Grande Danca Brasil realiza um flash mob com coreografia brasileira nas cidades-sedes da Copa do Mundo no Brasil. FOTO: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO / 24.06.2014

Há dias sendo palco da cultura de vários países, com música e danças estrangeiras nesta terça-feira (24) foi a vez dos brasileiros mostrarem um pouco nosso gingado para quem estava na Savassi. Na rua Pernambuco,  em um dos quarteiros fechados da praça Diogo Vasconcelos, um flash mob - quando um grupo de pessoas se reúne para dançarem juntas em um espaço público – chamou a atenção de quem passava pelo local.

Em meio aos olhares atentos e surpresos de quem acompanhou a apresentação, houve também quem se empolgasse, o engenheiro Paulo Simão, não fazia parte do grupo Cultura do Gueto, que organizou o flash mob, mas ao ver os jovens dançando, resolveu entrar no clima e arriscou alguns passos. “Eu gostei da alegria do grupo. Acho bem importante disseminar a cultura brasileira dessa forma”, considerou o engenheiro, que preferiu não revelar a idade.

O coordenador do grupo, Gladstone Navarro, explicou que a interação com o público era uma das intenções da intervenção. “No meio dos passos, nós convidamos as pessoas a participarem do flash mob. É importante essa interação com o público”, destacou Navarro.

Desde o início da Copa do Mundo, a apresentação  nas doze cidades do Mundial por meio do projeto Dança Brasil. O intuito é criar danças que tenham “a cara do país” para mostrar para os turistas um pouco da nossa cultura.

Embora não tivesse muitos turistas na apresentação desta terça-feira, o público que se formou no entorno da dança filmava e fotografava o flash mob. Outras três apresentações serão realizadas em Belo Horizonte nos próximos dias 28, 4 e 8.

Assista um dos vídeos:

<iframe width="420" height="315" src="//www.youtube.com/embed/fV8EBYx8Wp4" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

“As danças vão sempre misturar vários estilos de músicas brasileira. Tem um pouco de Hip Hop, xanxada, samba, uma cultura de dança de rua mesmo”, explicou um dos produtores. Aristeu Serra Negra. O projeto é incentivado pelo Ministério da Cultura que investiu R$ 1 milhão na apresentação. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave