Seleção dos EUA sondou fechar praia, diz coordenador de segurança

Delegação norte-americana teria intenção de fechar um pedaço da Boa Viagem, em Recife, mas medida vai contra legislação brasileira

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Os Estados Unidos cogitaram fechar a praia de Boa Viagem no trecho em frente ao hotel em que a delegação do país ficará hospedada a partir do fim da tarde desta terça-feira (24), quando chega ao Recife para enfrentar a Alemanha nesta quinta-feira (26).

De acordo com o coordenador do Centro de Comando e Controle Regional, Alexandre Lucena, não houve um pedido formal, mas uma "sondagem", que foi negada.

"Não tem cabimento", disse Lucena. "Não tem a mínima possibilidade. A praia é pública, não pode ser fechada. Inclusive a lei brasileira veda o fechamento de locais públicos", afirmou o coordenador.

Apesar de afirmar não haver qualquer ameaça real envolvendo a delegação norte-americana, Lucena admitiu que haverá reforço de segurança, principalmente na área de inteligência.

O policiamento será feito por agentes brasileiros, mas, segundo o coordenador, há apoio do Departamento de Defesa dos EUA e do FBI (polícia federal americana).

"Eles vão apoiar a segurança pública. Eles não têm prerrogativa para atuar na segurança pública [no Brasil], mas estão ajudando", afirmou.

Leia tudo sobre: seleção norte-americanaestados unidoseualucenapraiaboa viagemrecifesegurançafbi