Argentinos esperam ônibus da seleção e reclamam de preço de cambistas

Hermanos invadiram capital gaúcha para acompanhar a partida contra a Nigéria, nesta quarta-feira

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Argentinos fazem a festa no ônibus rumo ao Mineirão
DENILTON DIAS
Argentinos fazem a festa no ônibus rumo ao Mineirão

Cerca de mil torcedores esperam ao redor do Beira-Rio a chegada do ônibus com a seleção argentina.

A equipe faz treino de reconhecimento no estádio de Porto Alegre nesta terça (24), véspera da partida contra a Nigéria, pelo Grupo F da Copa do Mundo. A estimativa foi feita pela Polícia Militar.

Os números da invasão de torcedores do país que faz fronteira com o Rio Grande do Sul variam. As autoridades de Porto Alegre calculam em 50 mil visitantes para a partida. A imprensa argentina fala em até 100 mil. Na coletiva de imprensa do técnico da Nigéria, Stephen Keshi, funcionários da Fifa comentaram em 80 mil.

"É certo que serão muitos. Mas nós gostamos de jogar com o estádio cheio de gente, com argentinos, brasileiros e nigerianos", disse Keshi.

Outra estimativa é que apenas entre 18 mil e 20 mil do total de argentinos tenham ingressos para o confronto. O que provoca uma correria por bilhetes na capital gaúcha. Mas os preços pedidos pelos cambistas assustam.

"Estão pedindo R$ 2,5 mil. Isso é impossível!", reclama Daniel López, que viajou de Córdoba para Porto Alegre na noite desta segunda-feira (23).

Outros torcedores ao redor do estádio tinham reclamações semelhantes.

Leia tudo sobre: ArgentinaNigérianigerianosCopa do MundoinvasãocambistasPorto Alegre