Chile inicia preparação para duelo decisivo com o Brasil

Torcida chilena marcou presença na Toca da Raposa II para apoiar o time expressar desejo de revanche contra algoz canarinho

iG Minas Gerais | Antonio Anderson |

Após a derrota por 2 a 0 para a Holanda, resultado que fez o Chile terminar na vice-liderança do grupo B, a delegação chilena retornou na noite de segunda-feira para Belo Horizonte. Na manhã desta terça-feira os jogadores voltaram a treina na Toca II quando o técnico Jorge Sampoli começou a preparar sua equipe para o jogo de sábado, às 13h, no Mineirão, quando a La Roja vai enfrentar o Brasil pelas oitavas de final.

Poupado contra a Holanda porque está pendurado com dois cartões amarelos, o atacante Vidal participou da atividade e deverá enfrentar o Brasil. A imprensa acompanhou apenas os 15 minutos iniciais da atividade, quando os jogadores fizeram corrida leve ao redor do campo. Sampoli terá todos os jogadores à sua disposição e, nesta quarta, deve realizar o primeiro coletivo da semana na Toca II.

Enquanto a La Roja treinava, um grupo de chilenos estava no portão de entrada da Toca II para levar seu apoio a seleção. "Ser campeão é um sonho possível, mas temos que ir passo a passo. O Brasil joga em casa, é o favorito, mas estou confiante de que podemos nos classificar com um Mineiraço", afirmou o advogado Jorge Toledo, 52, que tinha em mãos uma réplica da taça.

A confiança do grupo também era compartilhada por HugoCastillo,42. "Em 1962, lá no Chile, o Brasil do Garrincha nos eliminou na semifinal. Agora, na casado Brasil, será a vez do Chile dar o troco. 2014 será o ano de La Roja de Vidal", afirmou Castillo.

Brasil e Chile se enfrentaram três vezes na história da Copa do Mundo. Em 62, a seleção canarinho fez 4 a 2. Em1998, na França, o placar foi 4  a 1. Na África do Sul, em 2010, os brasileiros venceram por 3 a 1."A nossa campanha neste mundial é incrível e nos faz sonhar. Achávamos que chegaríamos na última rodada do grupo par decidir a vaga, mas chegamos classificados", afirmou Jorge EggerJr, 20. "Agora, por que não confiar que podemos vencer o Brasil e chegar nas quartas de final".

Leia tudo sobre: Copa do Mundochiletoca da raposafuteboltreinovidal