Telões e sistema de som falham em entrevista da Fifa sobre tecnologia

Momento constrangedor provocou risos de organizadores e jornalistas, e apesar do problema, entidade avaliou positivamente o uso da TI nesta Copa

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Parece até piada. O sistema de som e os telões da entrevista coletiva concedida todas as manhãs pela Fifa e pelo COL (Comitê Organizador Local) para avaliar os serviços da Copa do Mundo falharam nesta terça-feira (24), justamente no momento em que a tecnologia era o tópico de discussão.

Enquanto o diretor da Match IT, empresa responsável pelo serviço de TI no Mundial, Dick Wiles, elogiava o funcionamento dos sistemas eletrônicos na competição, o som foi cortado e os dois telões se apagaram.

Os jornalistas presentes no auditório e o próprio Wiles riram do momento inoportuno da falha. Alguns segundos depois, o diretor da Match IT voltou a falhar, e o sistema caiu mais uma vez. Apenas na terceira tentativa Wiles conseguiu completar seu discurso sem nenhum problema de ordem eletrônica.

Apesar dos problemas registrados na entrevista coletiva desta terça, a tecnologia da informação tem funcionado melhor do que a Fifa imaginava na Copa.

O secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, chegou a dizer antes do Mundial que muitos torcedores provavelmente não conseguiriam usar bem telefone e o serviço de internet dentro dos estádios.

"Esse era o cenário para nós também. Até o primeiro jogo, a infraestrutura não havia sido testada como gostaríamos. Mas conseguimos entregar um trabalho sem grandes problemas até agora", disse Wiles.

O temor de falhas tecnológicas na Copa estava relacionado aos atrasos na entrega dos estádios e às indefinições sobre o pagamento das estruturas provisórias, que incluíam todo o cabeamento necessário para a transmissão de dados, usadas nas arenas privadas (Itaquerão, Beira-Rio e Arena da Baixada).

Leia tudo sobre: fifatelõessomtecnologiaticopa do mundotestewilessistema eletrônico