Porteiro suspeito de estuprar menor é acusado de molestar deficiente

Valdinei José da Cunha foi preso em flagrante após criança de 12 anos filmá-lo oferecendo R$ 10 para fazer sexo anal; vítima também o acusa de abusar de outro menor e de um deficiente mental de 29 anos

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

O porteiro Valdinei José da Cunha, 44, preso em flagrante após ser filmado oferecendo R$ 10 para fazer sexo anal com criança de 12 anos, também é acusado de abusar de outro menor e de um homem de 29 anos, com síndrome de Down.

Valdinei foi detido nesse sábado (21), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. De acordo com a Polícia Civil, os pais do adolescente são separados e, durante os fins de semana, ele ia para o apartamento do pai, no prédio onde o porteiro trabalhava. Os abusos já estavam acontecendo há mais de um ano e, para provar o crime, o menor resolveu gravar a proposta pelo telefone celular.

Durante a gravação desse sábado, o suspeito ofereceu R$ 5 para que o menino o masturbasse e chegou a dobrar o valor pelo sexo anal. Após gravar a conversa, o jovem saiu correndo e entregou a conversa para os responsáveis.

O suspeito está no presídio de Uberlândia. Ao ser interrogado, Valdinei confessou apenas ter exibido vídeos pornográficos para a vítima, mas argumentou que a atitude teria sido uma brincadeira.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave