Minientrevista

Hudson Fernandes Sousa - Delegado da Polícia Federal

iG Minas Gerais |

Como está a investigação? Na fase inicial das diligências. O primeiro passo é saber a origem dessas páginas, quem as criou e de quais computadores partem as postagens.

O publicitário Cristiano Guimarães e o sócio dele dizem ser os criadores das páginas. Vamos descobrir os criadores reais e não os aparentes criadores. Afirmar qualquer coisa neste momento seria leviano.

Se for comprovado um crime, as pessoas poderão responder por isso? Sim, pelos crimes contra honra, que são calúnia, injúria e difamação.

Os jovens dizem que essa iniciativa foi individual. Como distinguir liberdade de expressão de uma ação com intuito político? A linha entre essas situações é tênue. O conjunto probatório é que irá apontar se houve crime. Não podemos confundir os direitos de liberdade de expressão, mas também não podemos ser ingênuos de acreditar que não haja uma intenção política de prejudicar um pré-candidato. (TT) 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave